DIÁLOGOS ENTREGUES AO SABOR DO IMPONDERÁVEL

Publicado: novembro 6, 2016 em Crônicas Urbanas, Poesia

 

21.

travessia.

leia, este papel abandonado. pelo menos uma sílaba antes de atravessar para o outro lado da ponte. diante deste céu ausente que demora tanto tempo para derramar uma lágrima. diante destas águas turvas, com peixes solitários pulando e vencendo a correnteza fugindo dos anzóis e de predadores bípedes. esta ponte muda. ao lado de corpos escondidos sob os tetos carcomidos dos viadutos. e do outro lado um chão de betume, em meio ao asfalto quente e crianças com uma esqualidez agonizante, como os ossos do boi sendo cortados pelo punhal do magarefe, roupas em frangalhos, pés descalços, rostos pálidos, olhos sonolentos, jogadas nas calçadas sugando brasas acesas dentro de uma lata velha, uma humanidade-cumplicidade jamais vista antes debaixo deste céu com olhos cegos, nenhuma outra igual em morte coletiva, em muito ou pouco tempo tudo pode virar cinzas, ou terra para alimentar parasitas, ou, nada…entre olhares impiedosos, com uma indiferença atroz, inquisidores vagando pelas ruas como sombras de fantasmas entre becos escuros e casarões em ruínas com seus olhos antigos olhando de soslaio e observando o rumor do tráfego com um enevoado mar de fuligem. e todos esquecidos por corpos semivivos e trancafiados em subterrâneos com endereços incertos e lugares escusos, impenetráveis, sombrios, inacessíveis… leia, este corpo mudo divido em páginas-silêncio. nem que seja uma sílaba…

estou deitado em alguma ponte do rio capibaribe… recife – pernambuco – brasil

marcos torres

foto e vídeo

dscn0190dscn0192dscn0196dscn0203dscn0205dscn0206

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s