Arquivo da categoria ‘Poesia’

Catálogo Chão Arejado

Publicado: outubro 25, 2017 em Literatura e Outras Artes, Poesia

Chão Arejado capa.jpeg

Catálogo Chão Arejado disponível para baixar gratuitamente em PDF

Em breve disponibilizaremos o catálogo também em e-book para ser lido nos diversos dispositivos disponíveis, os mesmos dispositivos disponibilizados pela Amazon e Apple para venda de livros em e-book. Oportunamente será disponibilizado também no suporte em papel em galerias de arte em Santo André-SP & São Paulo-SP.

Chão Arejado PDF

convite-normal-01.png

 

Fórum de Debates
A Voz da Arte

Mesa 1 – A Palavra do Artista

Debates e discussões em torno do artista no seu trabalho transitando entre as diversas linguagens artísticas e suas articulações com outras artes. Atividade com duração entre duas e três horas. Há possibilidades de recital poético, mostra de vídeos e documentários entre outras intervenções artísticas.

Talles Colatino (UFPE),
Marcos Torres
Oriana Duarte (UFPE)
Mediador: Talles Colatino
Dia 16.08.2017 das 9:30 às 12:00 hs

Mesa 2 – Cinema & Recital Poético

Apresentação de filme e recital poético seguido de debate.
Dia 16.08.2017 das 14:30 às 17:00 hs

Mesa 3 – Processualidade, Parcerias e Amálgamas

Debates e discussões no horizonte da arte em processo, parcerias artísticas, amálgamas dentro da arte contemporânea e suas articulações com outras linguagens. Atividade com duração entre duas e três horas. Há possibilidades de recital poético, mostra de vídeos e documentários entre outras intervenções artísticas.

Paloma Vidal (UNIFESP)
Maria do Carmo Nino (UFPE)
Marcelo Farias Coutinho (UFPE)
Patrícia Tenório (PUCRS)
Mediadora: Maria do Carmo Nino
Dia 17.08.2017 das 9:30 às 12:00 hs

Mesa 4 – Teoria e Crítica Literária entre as Linguagens Artísticas

Debates e discussões no horizonte da teoria e crítica literária entre as linguagens artísticas e suas articulações. Atividade com duração entre duas e três horas. Há possibilidades de recital poético, mostra de vídeos e documentários entre outras intervenções artísticas.

Luciene Azevedo (UFBA)
Lourival Holanda (UFPE)
Eduardo Cesar Maia (UFPE)
Mediador: Lourival Holanda
Dia 17.08.2017 das 14:30 às 17:00 hs

Chão Arejado

Publicado: junho 16, 2017 em Eventos, Literatura e Outras Artes, Poesia

Livro – Exposição – Fórum de Debates

 

Esboço cartaz

Livro-Exposição

Publicado: março 29, 2017 em Eventos, Literatura e Outras Artes, Poesia

Em breve!

Livro-Exposição

16998095_1313542222022605_3038486759997250709_ncapa-projeto-chao-arejado

 

23.

habit-ações…

quantas pernas bamboleantes…

por que lá a maré nunca está boa?

e esta fuligem, este rio que passa sem ao menos dizer um adeus,

em meio ao rumor do tráfego lá em cima nos viadutos.

e esses ameaçadores automóveis com seus olhos de serpente;

este metal duro e indiferente.

por que essa gente vive tão separada por essas margens,

de um lado olhos sonolentos,

olhando para o outro lado da margem,

em frente a um amontoado de cascos duros com dedos em riste quase tocando o céu

com tamanha indiferença, silêncio e separação…

por que essas águas não responde o meu grito?

quais epidermes moram nestas habit-ações?

não sei o que responder ao  estômago quando ele começa a perguntar demais.

por que não encontro respostas para saciar o meu próprio corpo,

frágil e agonizante…

por quê?

m.t.

Foto e vídeo

DSCN0506DSCN0507DSCN0512DSCN0523

Alerta

 

Habit-ações

Lançamento e Exposição em breve!

16998095_1313542222022605_3038486759997250709_n

22.

daqui saiu a barriga onde um dia eu fui gerado em outra terra. aqui, onde tantos corpos são atravessados por faltas e escassez. onde o vento sopra vindo do lado deste imenso oceano com a face virada para outros continentes. neste extremo oriental do brasil onde o sol nasce mais cedo… estes versos do poeta, bailando com o vento nestas águas cor de anil…  se somos cidadãos e cidadãs do mundo por que pouco nos importamos com o que está acontecendo do outro lado do oceano, com o que está acontecendo próximo de nossa respiração, ao nosso lado? este mapa indiferente, separando os corpos, segregando as culturas no fundo deste oceano, por entre as folhagens dessas matas densas com galhos secos… uma pintura viva, poética, este cachorro deitado neste chão de terra macia, dormindo um sono tão tranquilo, em silêncio e ouvindo o sussurro do vento vindo do leste…tão diferente de baleia que falava pelo estômago, com seus ossos e pele duros como um cepo…

…estou deitado em um parapeito da janela de alguma casa feita de estacas e barro batido…

cabo branco – joão pessoa – paraíba – brasil

marcos torres

foto e vídeo

dscn0338dscn0339dscn0290

 

22.1

…por que não apagamos as linhas dos mapas e juntamos os oceanos e pisamos em uma terra sem dono…

…estou sentado em algum arbusto por entre os galhos ou entre as folhas secas das árvores…

cabo branco – joão pessoa – paraíba – brasil

marcos torres

foto e vídeo

dscn0289dscn0291

EMERGÊNCIA

Publicado: dezembro 1, 2016 em Literatura e Outras Artes, Poesia

Poema Visual – Visual Poem. Para a coletânea do livro-experimental “Cartografia”

emergencia

[hã]-verso

Publicado: novembro 17, 2016 em Literatura e Outras Artes, Poesia

gorila

“Chão Arejado” – Lançamento em breve!

textos: marcos torres

interpretações gráficas: uillian novaes

 

[hã]-verso

eu

sou aquele
ao seu lado.

veja-me.

ao emitir minha voz profunda não precisa ter medo.

só quero livrar-me dos inimigos, caçadores e canibais.

somos filhos dos mesmos avós.

nossas distâncias são grandes,

porque não gosto do rumor do tráfego nem de suas buzinas enfurecidas.

prefiro saborear os brotos de bambu no silêncio das montanhas do congo.

sou pacato, assim como o meu bando.

só não gosto de perturbações.

será que não vê o mundo já cheio de ruídos?

pra que tanta hostilidade, esta linguagem beligerante, cheia de segregação…

nossos filhos têm brincadeiras iguais.

veja do outro lado o seu antepassado.